Dedos em martelo: Suas causas, sintomas e tratamentos

 

Dedo em martelo é uma deformidade do dedo causada por um traumatismo que lesiona o tendão extensor da falange distal e o impede de exercer sua função. Assim, a ponta do dedo fica dobrada, e o paciente fica incapaz de movê-la e sustentá-la.

 

O que provoca o dedo em martelo?

Na maior parte dos casos o traumatismo ocorre durante a prática de esportes, como por exemplo, quando uma bola ou outro objeto atinge a ponta do dedo e a força do impacto lesiona o tendão ou provoca o arrancamento da sua inserção na falange distal.

 

Como ocorre a lesão?

No dedo em martelo o tendão extensor da falange distal se rompe ou se estica como
se fosse uma liga que perde sua elasticidade, fazendo com que a extremidade do dedo permaneça curvada para baixo. Em alguns casos pode acontecer que um pedaço do osso seja arrancado no local onde se insere o tendão. Isso faz com que a falange distal permaneça flexionada.

 

O que sente o paciente quando sofre uma lesão como essa?

O dedo geralmente fica doloroso e inchado, o paciente fica incapaz de esticar completamente a ponta do dedo.

 

Como é feito o diagnóstico?

Na maioria dos casos o exame clínico é suficiente para diagnosticar o dedo em martelo, já que a ponta do dedo posicionada em flexão pode ser facilmente observada e caracteriza esse tipo de lesão. Habitualmente é solicitada uma radiografia com o objetivo de descartar uma fratura grave ou ruptura do tendão.

 

Quais são as alternativas de tratamento?

O tipo de tratamento varia de acordo com a gravidade do dedo em martelo. Em casos mais leves pode ser indicado o tratamento conservador, que consiste na imobilização da ponta do dedo com uma tala que deve ser usada por um período de 6 a 8 semanas de maneira contínua. É importante lembrar que durante o tratamento a tala não pode ser retirada em momento algum. A remoção da tala antes de uma indicação médica faz com que o dedo dobre e a cicatriz que está em formação com o tendão se rompa.
Já em casos mais graves é necessária uma cirurgia, por exemplo quando um fragmento ósseo de dimensões consideráveis é arrancado, neste caso a fratura é fixada com o uso de arame, parafusos e pinos.

 

O que acontece se o dedo em martelo não for tratado?

Se o dedo em gatilho não for tratado pode ocorrer uma deformidade conhecida como pescoço de cisne, que com o tempo torna-se rígida, podendo apresentar artrose e dor na articulação.

 

Pré Agendamento

Preencha o box abaixo e faça seu pré-agendamento que entraremos em contato para confirmar sua consulta!